20/03/2007

.fechando os olhos, contando até três.

uma noite como aquelas
mas não como todas as outras
uma noite... trazendo lembranças
a nostalgia cintilando em meus olhos
olhos de criança moleca, desvendando o novo mundo
o mundo... já é velho
mas a criança é nova, tudo é novo, tudo é uma descoberta inebriante
a areia entre os dedos do pé
a água espirrando no rosto
a grama grudando no pano da roupa
o pulo na poça de lama depois da chuva
o sorvete caindo na primeira lambida
a primeira melhor amiga
a rosto corando ao primeiro amor
a graça de um mundo de sonhos e fantasias
me deixe sonhar, já não quero mais acordar
eu sou feliz e ainda não sei
pra sempre morar vou nesse meu mundo tão perfeito
meu mundo.. movido a bolacha, triciclo e gargalhada
cirandando estou, cirandando continuarei.

3 comentários:

xingweb disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
asFAFSA disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
indie disse...

minha chará =)

como disse um dos heterônimos de fernando pessoa "sinto-me nascido a cada momento para a eterna novidade do mundo".

às vezes me vejo tendo síndrome de peter pan, e no final vejo que o que eu tenho é medo de perder minha liberdade...

te linkei no meu blog grazoon!

beeijo amore mio =***