08/10/2009

-santa Joana D'arc..

-quando criança, adorava esses cadernos para pintar que vinham com personagem em branco só com a volta em negrito para colorir
eis que fazendo uma busca desinteressada de fotos da revolucionária Joana d'Arc, encontrei um site que permite vc pintar a sua própria Joana!
quem sabe colocar um cabelão verde nela fazendo uma versão meio punk? ou com uma cruz preta para mostrar o luta à igreja católica comandada com o atual papa? muitas possibilidade numa só imagem

have fun:
e para quem não lembra-se quem foi a sujeita..
Joana D'arc era uma menina de natureza simples, seus pais eram camponeses e a base de educação que deram à filha era basicamente o que uma mulher da época, ano 1412, teria de saber, que era "ser esposa" apenas. aos 13 anos diz-se que santos entravam em contato com ela por meio de mensagens e visões, dizendo para ela permanecer virgem para que sua alma continuasse purificada, que ela coroa-se o príncipe herdeiro Carlos VII [Delfim] e que salva-se a França dos ingleses.
por volta de seus 16 anos, as vozes sagradas disseram a Joana que ingressasse no exército para lutar na hoje conhecida guerra dos 100 anos para proteger a França e conseguir colocar o Delfim no trono. como não eram aceitas mulheres entre os soldados, ela vestiu-se de homem e cortou o cabelo curto, para que assim, ficasse como igual ante seus comandados e obtivesse respeito.
ela foi uma heroína de sua época, tomou de volta Órleans e coroou o Delfim. ela continuou lutando, mas em Paris no ano de 1429 foi derrotada e capturada pelos inimigos. foi diversas vezes entrevistada e as acusações eram inúmeras e de ordem religiosa como bruxa, herege, idólatra, sem contar a parte de seus trajes masculinos, o que fazia sua sexualidade cair em alta discussão também.
esse processo durou 6 meses, onde Joana assinou um documento dizendo arrepender-se de seus "pecados", jurando não vestir-se mais como homem e afirmando que não ouvia mais mensagens sagradas, achando que assim seria liberta. porém, não foi o que houve, então ela se arrependeu e voltou a usar trajes masculinos e parou com a necessidade da mentira por arrependimento.
após longos meses de julgamento, foi condenada à fogueira, viva em praça pública! na época, tinha 19 anos, e quando seu corpo começou a queimar foi ordenado que o fogo fosse apagado para que todos vissem que Joana tinha corpo de mulher, depois atearam novamente fogo. ao que se conta, mesmo após seu corpo ter sido consumido por completo pelas chamas, seu coração permaneceu intácto ainda pulsante junto as cinzas e para que seus restos não fossem símbolo de horoísmo e idolatria, foram jogados no rio Sena.


500 anos após sua morte, foi absolvida de todas as acusações e canonizada como mártir e santa da igreja católica pelo papa Bento XV.

6 comentários:

Mariana N. disse...

ingreSSaSSe

Blog Ten disse...

interessante!

Sinaldo"Luna.. disse...

A Igreja Católica, como sempre queima o corpo na foqueira e garante um lugar no Céu para a alma...

www.sinaldoluna.blogspot.com

Inez disse...

Na época de Joana D'Arc a igreja não aceitava uma série de coisas, como por exemplo o fato dela ouvir vozes, o que hoje é explicado pelo kardecismo.

Mariana N. disse...

/\
Ou pela psiquiatria :B

Mash P L Cobain disse...

eu nunca vi o filme queria ver!!
e na vdd nem eu sabia de toda essa historia, sabia q ela tinha lutado e tals, mas nao sabia os motivos
mto bommmmmmmmm!!

santa joana d'arc msmo!