12/11/2008

-sabor do tempo..

amargo tempo que atrasa minhas vontades
transforma meu hoje perfeito num ontem saudoso
transcorre meus momentos preciosos
voa como um furacão impiedoso

por que não torna-se doce?
paralisa meus sorrisos
estende os minutos maravilhosos
diminue a velocidade no que é bom
não corra, ande

tempo, doce tempo, amargo tempo
não
apenas tempo.
talvez azedo..

Um comentário:

Mash Potter Króiss Cobain disse...

clap clap clap!
arrasou!!!
eu num entendo mto de poemas, dessas coisas, mas axei forte, axei q dava pra ser até musika!
me lembrou um poko paciencia do lenine...
e as vezes tb me pego desejando q o tempo pareee, diminua, pq parece q ele ta correndo e eu me arrastando atrás dele sem forças pra acompanahr o ritmo...
talvez seja mais ou menos isso q vc sinta, e ai vemos as coisas boas voarem distantes de nós, o tempo levando cm ele, tudo embora...